Início seta Estudos Bíblicos seta Humildade, caminho do sucesso

Humildade, caminho do sucesso PDF Imprimir E-mail
  Pr.  João da Cruz Parente

HUMILDADE: Virtude com que manifestamos o sentimento da nossa fraqueza ou de nosso pouco ou nenhum mérito. (peb)

 

O ORGULHOSO CAMINHA PARA A DESGRAÇA

A PESSOA ORGULHOSA ESTÁ A CAMINHO DA DESGRAÇA, MAS A HUMILDE É RESPEITADA.    Provérbios 18.12 (bntlh)

O orgulho é um espírito de vaidade, em que um de seus componentes é a dependência de si mesmo; a autoconfiança. A jactância e a arrogância são pecados associados ao orgulho e levam à destruição (cf. 15.33; 16.18). O orgulho é enganador (Jr 49.16) e impede uma atitude humilde para com Deus e o próximo. Deus se opõe aos soberbos, mas dá graça e honra aos humildes (Tg.4.6). (bep)

 

DEUS EXALTA O HUMILDE

HUMILHAI-VOS, POIS, DEBAIXO DA POTENTE MÃO DE DEUS, PARA QUE, A SEU TEMPO, VOS EXALTE.

1 Pedro 5.6 (arc)

Freqüentemente nos preocupamos com a nossa posição e condição social, esperando receber algum tipo de reconhecimento pelo que fazemos. Mas Pedro nos aconselha a lembrar que o reconhecimento de Deus é mais importante do que o louvor humano. Deus pode e está disposto a nos abençoar de acordo com o seu cronograma. Obedeça humildemente a Deus a despeito das circunstâncias presentes e, assim, Ele o honrará conforme o tempo dEle – nesta vida ou na próxima. (beap)

 

O EXEMPLO DE JESUS

E, SENDO ENCONTRADO EM FORMA HUMANA, HUMILHOU-SE A SI MESMO E FOI OBEDIENTE ATÉ A MORTE, E MORTE DE CRUZ!  - POR ISSO DEUS O EXALTOU À MAIS ALTA POSIÇÃO E LHE DEU O NOME QUE ESTÁ ACIMA DE TODO O NOME, - PARA QUE AO NOME DE JESUS SE DOBRE TODO JOELHO, NOS CÉUS, NA TERRA E DEBAIXO DA TERRA.

Filipenses 2.8-10 (nvi)

Notemos que a vontade ativa do Filho de Deus, Jesus Cristo, se mostrou ativa nessa sua humilhação. Ele deixou voluntariamente as riquezas celestiais e toda a sua glória, e se submeteu espontaneamente à sua aviltada condição terrena. Obedeceu e morreu voluntariamente, tendo tido morte vergonhosa. No grego original temos o verbo “tapeinoo”, que significa “humilhar-se”, “rebaixar-se”, “degradar-se”, “aviltar-se”.

O que se deve fazer com um quadro não é tanto analisá-lo, e, sim, deixá-lo falar, conforme Paulo queria que falasse ‘o quadro do exemplo de Cristo’ àqueles crentes filipenses, que se exaltavam a si mesmos. (nti)

 

COMO PAULO, SIRVAMOS AO SENHOR COM HUMILDADE

SERVINDO AO SENHOR COM TODA HUMILDADE, LÁGRIMAS E PROVAÇÕES QUE, PELAS CILADAS DOS JUDEUS, ME SOBREVIERAM.

Atos 20.19 (ara)

Humildade. Modéstia, mente humilde, senso de insignificância moral e comportamento humilde de preocupação altruísta pelo bem-estar dos outros. É a total ausência de arrogância, vaidade e insolência. A palavra é uma combinação de tapeinos; “humilde” e phren, “mente”. A palavra era desconhecida no grego clássico não-bíblico. Apenas mediante a abstenção da auto-exaltação os membros da comunidade cristã podem manter a unidade e a harmonia. (BEP)

A verdadeira humildade consiste em uma das manifestações do amor, porquanto o indivíduo arrogante é justamente aquele que deprecia os seus semelhantes, se não chega mesmo a desprezá-los. O homem humilde, por outro lado, dá valor aos seus semelhantes e procura elevá-los, ao invés de procurar diminuí-los e arrastá-los para baixo. (nti)

 

FAÇAMOS TUDO COM HUMILDADE

NADA FAÇAM POR AMBIÇÃO EGOÍSTA OU POR VAIDADE, MAS HUMILDEMENTE CONSIDEREM OS OUTROS SUPERIORES A SI MESMOS.

Filipenses 2.3 (nvi)

Devido ao egocentrismo inato do homem caído, o mundo não tem em alta estima a humildade e a modéstia. A Bíblia, no entanto, com seu conceito teocêntrico do homem e da salvação, atribui máxima importância à humildade.

(1)  A humildade bíblica subentende a consciência das nossas fraquezas e a decisão de atribuir de imediato todo crédito a Deus e ao próximo, por aquilo que realizamos (Jo 3.27; 5.19; 14.10; Tg 4.6).

(2)  Devemos ser humildes porque somos simples criaturas (Gn 18.27); somos pecaminosos à parte de Cristo (Lc 18.9-14) e não podemos jactar-nos de nada (Rm 7.18; Gl 6.3), a não ser no Senhor (2 Co 10.17). Logo, dependemos de Deus para nosso valor e para nossa frutificação, e não podemos realizar nada de valor permanente sem a ajuda de Deus e do próximo (Sl 8.4,5; Jo 15.1-16). (bep)

 

NAS AFLIÇÕES, DEUS LEVANTA OS HUMILDES

O SENHOR DEUS LEVANTA OS HUMILDES, MAS ESMAGA OS MAUS NO CHÃO.

Salmos 147.6 (bntlg)

A palavra “humilde” (hb. anawah) freqüentemente inclui a idéia de sofrimento, e refere-se àqueles que estão aflitos. Porque tais pessoas não conseguem dar conta sozinhas dos problemas e das responsabilidades da vida, clamam a Deus, com toda humildade, pedindo sua ajuda e fortaleza. (1) – O Senhor eleva os humildes e lhes dá apoio. O salmista lhes assegura a ajuda de Deus e a vitória final (cf. 22.26; 25.9; 37.11). (2) – Assim como Deus apoiava os humildes nos tempos do AT, Jesus ministra aos aflitos e humildes no novo concerto (Mt 11.28-30; cf. Is 11.4; 29.19; Sf 2.3). (3) – Posto que Deus se deleita naqueles que têm espírito humilde, todos os crentes devem orar com sinceridade por um espírito de humildade para que sejam do seu agrado (Gl 5.23; Ef 4.2; Cl 3.12; Tt 3.2). ,(bep)

 

NO REINO DOS CÉUS OS HUMILDES SERÃO PREMIADOS

PORTANTO, AQUELE QUE SE TORNAR HUMILDE COMO ESTA CRIANÇA, ESSE É O MAIOR NO REINO DOS CÉUS.

Mateus 18.4 (arc)

Aqui é enfatizada a humildade porque a mesma característica que permite ao homem entrar no reino é, igualmente, o principal elemento da grandeza naquele reino.

Os homens, considerando as exigências de sucesso neste mundo, acham razão suficiente para rejeitar a teoria que a humildade é que leva à verdadeira grandeza. A ética deste mundo simplesmente jamais ilustraria que é a humildade que conduz à grandeza. Porém, Jesus falava sobre os requisitos de um outro mundo, onde o seu rei não se deixa impressionar pelo orgulho humano ou por aquilo que, neste mundo, é reputado grandeza. (nti)

 
< Anterior   Seguinte >